Grávida de 9 meses uma mulher foi baleada e agora revela o que quer fazer com seu filho assim que tiver alta.

Poucos dias antes de dar a luz, uma mulher foi baleada e revela que gostaria de “tocar” o filho.

Essa história é completamente triste, uma mãe ser baleada poucos dias antes de dar a luz, em tempo de perder sua criança.

Claudinéia estava perto dos dias de dar a luz, quando foi pega de surpresa por uma bala perdida que a atingiu, ela foi levada ao hospital e corria muitos riscos de perder sua criança.

A mulher mora em uma favela do Rio de Janeiro e nesse dia saiu de casa para ir até o mercado quando foi atingida pela bala, imediatamente foi prestado socorro a mulher e a levaram rapidamente ao hospital, chegando lá os médicos declararam que os batimentos da criança estavam completamente irregulares e teria que ser feito um parto naquele exato momento para se possível salvarem o bebê.

O parto correu tudo bem, porém o projétil acertou o tórax da criança o que poderia deixar ela paraplégica pelo resto da vida.

Aquele menininho ainda está internado em estado gravíssimo no hospital Moacir Carmo, no Rio de Janeiro, enquanto sua mãe nessa última manhã de quinta-feira, dia 6 de Julho, se encontrava em bom estado e recebeu alta.

Perguntaram para Claudinéia o que ela mais tinha vontade de fazer naquele momento, e ela desabafa dizendo que o que mais desejava naquele momento era poder tocar o seu filho.

A bala que atingiu a mãe arrancou parte da orelha de Arthur e criou um coágulo em sua cabeça, e agora não se sabe como será a evolução dessa criança.

O bebê está sendo cuidado por um neurologista que afirma: “Não temos como medir a capacidade desta criança no momento. Devemos manter o suporte à vida e aguardar, mas caso não haja lesão medular, pode ser revertido o quadro da paraplegia.”

Para concluir ele diz: “Nesse momento trata-se de uma criança em estado grave, com ventilação mecânica, e o que podemos fazer é o suporte à vida. Não podemos mensurar a capacidade de uma criança evoluir.”

Fonte: bestofweb


LEIA TAMBÉM
loading...

Comentários

Compartilhar