Mulher que possuía mais de 6000 tumores se recusava a sair de casa, mas depois de muito tempo ela voltou às ruas.

Uma mulher chamada Libby Huffner, que morava em Indiana, Estados Unidos, passou por uma experiência terrível em sua vida. A mulher tinha uma doença rara de pele chamada neurofibromatose, este problema faz com que a pele fique coberta de pequenos tumores. Para sua sorte, eles não são malignos, porém ela sofreu muito bullying.

Quando era adolescente, ela era chamada de estranha e até mesmo de sapo pelos colegas. Por isso, Libby decidiu não sair mais de casa e não trabalhava por causa deste problema. Quando ela ficou grávida, os hormônios da gravidez pioraram com a doença e ela ficou com mais de 6000 tumores sobre a pele.

Libby já não aguentava mais aquela vida, então ela decidiu fazer uma campanha nas redes sociais para contar sua história. Ela conseguiu arrecadar muitos fundos para começar o tratamento. Atualmente, ela está sem nenhum tumor pelo corpo e já está saindo às ruas normalmente, graças à solidariedade de muitas pessoas.

 

 


LEIA TAMBÉM
loading...

Comentários

Compartilhar